Bonecos com Corpos-Velhos: o que dizem as crianças sobre envelhecimento

Autores

  • Leni Vieira Dornelles Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS – Brasil

Palavras-chave:

Bonecos. Crianças. Envelhecimento. Corpo. Pesquisa com Crianças.

Resumo

Apresenta um modo de pesquisar com crianças e o que entendem por ser idoso. Investigo um grupo de crianças de uma escola pública de Porto Alegre fazendo uso de cinco bonecos que representam corpos-velhos de homens e mulheres. Fundamento a pesquisa em pressupostos pós-críticos, na sociologia da infância e nos estudos sobre envelhecimento. Observo como as crianças ao brincarem com os corpos de bonecos-velhos mostram seu entendimento sobre um corpo que envelhece. Trato do efeito do brincar com corpos-velhos na educação de crianças e o quanto esse tipo de corpo não compõe seus brinquedos e brincadeiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leni Vieira Dornelles, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS – Brasil

É professora associada da Faculdade de Educação
da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pós-doutora em Estudos da
Criança pela Universidade do Minho em Portugal. Professora do PPGEDU/
UFRGS da Linha de Pesquisa Estudos sobre Infâncias.

Publicado

2014-12-18

Como Citar

Dornelles, L. V. (2014). Bonecos com Corpos-Velhos: o que dizem as crianças sobre envelhecimento. Educação &Amp; Realidade, 40(1). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/45671

Edição

Seção

Educação e Envelhecimento