O Banco Mundial e as Políticas Educacionais Brasileiras

Autores

  • William Pessoa da Mota Junior Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém/PA – Brasil
  • Olgaíses Cabral Maués Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém/PA – Brasil

Palavras-chave:

Políticas Educacionais. Banco Mundial. Brasil.

Resumo

O artigo analisa o documento elaborado pelo Banco Mundial Atingindo uma
educação de nível mundial no Brasil: Próximos Passos, o qual realiza um balanço
dos últimos vinte anos das políticas educacionais implementadas no
Brasil e traça perspectivas para os próximos anos, segundo a concepção
de educação e sociedade do Banco. Este organismo internacional avalia
positivamente o caráter das políticas educacionais implementadas e os resultados
atingidos no período assinalado. Questiona-se e problematiza-se
os critérios da avaliação, o balanço e as perspectivas traçados pelo Banco
Mundial sobre a educação brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

William Pessoa da Mota Junior, Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém/PA – Brasil

é graduado em Ciências Sociais pela UFPA.
Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Edu cação da UFPA. Doutorando em Educação.

Olgaíses Cabral Maués, Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém/PA – Brasil

é doutora em Ciências da Educação pela Universidade
de Ciências e Tecnologia de Lille III (França) e Professora do Programa
de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará.

Publicado

2014-09-23

Como Citar

Mota Junior, W. P. da, & Maués, O. C. (2014). O Banco Mundial e as Políticas Educacionais Brasileiras. Educação &Amp; Realidade, 39(4). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/40923

Edição

Seção

Artigos