Pode o subalterno falar e o/a pesquisador/a escutar?

Micaele Irene Scheer, Marluce Dias Fagundes, Naiara Müssnich Rotta Gomes de Assunção, Marina Gris da Silva, Augusta da Silveira de Oliveira, Carolina Rehling Gonçalo, Débora Strieder Kreuz, Erick Vargas da Silva

Resumo


O objetivo dessa mesa é pensar os sujeitos históricos e a subalternidade enquanto condição e a interseccionalidade entre as diversas categorias, relações de poder e sistemas de opressão. Assim, qual o papel do(a) pesquisador(a) ao lidar com estes sujeitos nas suas pesquisas, quais as implicações éticas disso? Que debates teóricos e metodológicos se apresentam?


Texto completo:

PDF