Memorial do Rio Grande do Sul: recuperando práticas educativas

Lara Rocho, Raqquel Endres, Soraia Bertin

Resumo


Este trabalho tem como objetivo resgatar as práticas educativas desenvolvidas no Memorial do Rio Grande do Sul, problematizando o papel da instituição no cumprimento de sua função educacional enquanto instituição cultural. A partir do levantamento documental das atividades educativas realizadas na casa desde sua inauguração, verificou-se a necessidade de se trabalhar com relatos de pessoas que estiveram envolvidas no setor educativo da instituição. A partir da análise dessas duas fontes, optamos por enfocar especificamente as práticas voltadas ao público escolar, quais sejam: as Visitas guiadas, a intervenção teatral com o boneco Memorélio e o projeto Memorial vai às escolas.  Nesse contexto, procurou-se reconstruir o histórico de cada uma das práticas, a maneira como foram concebidas, trabalhadas e registradas pelo setor educativo. Assim, este estudo propõe repensar a ação educativa no Memorial do Rio Grande do Sul, à luz dos novos aportes da relação entre patrimônio e educação, apontando-se a ausência de um plano educacional construído de maneira democrática e participativa, como causa fundamental não apenas da perda da memória dessas práticas, mas também da desestruturação de tais atividades e, consequentemente, do atendimento ao público alvo.


Texto completo:

PDF