Colaborador ou Protagonista? A Trajetória de Padre Francesco Bonato junto aos E/Imigrantes Italianos do Vêneto (1853-1913)

Fábio Luiz Machioski, Diego Gabardo

Resumo


Este artigo narra a trajetória de Francesco Bonato, um padre oriundo do Vêneto, norte da Itália, que se estabeleceu na região de Curitiba, Paraná, em 1888. Ao investigar o percurso trilhado por esse sacerdote católico, almejamos evidenciar o que levou esse representante do baixo clero rural italiano a acompanhar o êxodo dos seus conterrâneos para a América. Para isso, apoiamo-nos na proposta metodológica conhecida como microanálise, modelo consagrado pela micro-história. Nosso intuito, foi focar nos detalhes para perceber quais foram os conflitos vivenciados pelo referido sujeito histórico e que, consequentemente, pautaram suas escolhas e ações antes e depois de emigrar. Com a ajuda dos conceitos de mediador (Grendi e Levi), excepcional normal (Grendi e Ginzburg), intelectual orgânico (Gremsci) e poder simbólico (Bourdieu), analisamos um conjunto de fontes, composto de fotos, documentos, cartas e memórias, e pudemos inferir sobre quem foi o real personagem investigado, percebendo se o mesmo assumiu um papel de simples colaborador ou de protagonista no contexto e/imigratório.


Palavras-chave


Trajetória; Padre Francesco Bonato; E/Imigração Italiana.

Texto completo:

PDF