Notícias

Nova chamada aberta (até 11 de setembro): Dossiê "Exercícios do Político na Imagem Contemporânea"

2022-07-18

Porto Arte: chamada aberta até 11 de setembro de 2022 para novo dossiê temático
Exercícios do Político na Imagem Contemporânea

A palavra exercitar compreende a realização de uma prática regular que alimenta possibilidades de constituir alicerces para futuros possíveis. Tal situação se concretiza na disciplina sistemática do cotidiano, no trabalho lento, fragmentário e constante. Campo privilegiado para a reflexão sobre o mundo, a arte também se manifesta como um verdadeiro exercício de resiliência, que vislumbra alternativas aos desafios trazidos pelos contextos históricos. A presença da imagem técnica – fotográfica, fílmica, videográfica ou digital – é uma das experiências mais evidentes da cultura atual e é principalmente através dela que os artistas lançam debates e sínteses provocativas acerca dos regimes de verdade que nos assombram, inclusive os da própria arte.
A política, como herdeira da experiência da pólis grega, é um campo de ação que trata da vida em comum e do embate contraditório como sustentáculos das democracias contemporâneas e da complexidade das suas demandas. A discussão sobre um tema com tal importância se torna premente, sobretudo neste momento que atravessamos, no qual o capitalismo tardio se alia a retrocessos políticos, violências simbólicas e obscurantismos de toda ordem. Os negacionismos científicos, as notícias falsas e a cooptação de imaginários e subjetividades, bem como o sequestro do direito à cidadania, são algumas das ameaças que pairam sobre a chamada era da pós-verdade. Diante de tal situação, de que modo a imagem artística é capaz de lançar mão de alternativas contradiscursivas para esboçar outros futuros?
O dossiê que ora apresentamos pretende reunir reflexões acadêmicas que atentem para o exercício da política como um atributo fundamental da imagem no que concerne à sua função crítica. Deste modo, serão aceitos artigos de diversas disciplinas que tragam argumentações relacionadas à noção de exercício do político na imagem, em diferentes abordagens, como no amplo espectro de subtemas que se relacionam a este dossiê, abaixo expostos:

Arte e Resistência, Violências da/na História, Reposicionamentos da Memória, Lutas Políticas e Micropolíticas da/na Imagem, Emergências das Políticas Identitárias, Regimes de Verdade e Contradiscursos da Imagem, Humor e/ou Ficcionalidade como Questões Políticas, Dimensões do Documental na Arte Contemporânea, Esgarçamentos do Campo da Arte, Implicações Políticas dos Meios de Produção e Circulação da Imagem.

Organizadores:
Alexandre Santos (Professor do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, IA/UFRGS)
Camila Monteiro Schenkel (Professora do Departamento de Artes Visuais, IA/UFRGS)
Charles Monteiro (Professor do Programa de Pós-Graduação em História e do Programa de Pós-Graduação em Letras, PUCRS)

Saiba mais sobre Nova chamada aberta (até 11 de setembro): Dossiê "Exercícios do Político na Imagem Contemporânea"

Edição Atual

v. 26 n. 46 (2021): DOSSIÊ ESPAÇOS MALEÁVEIS
Dossiê organizado por Teresinha Barachini e Vanessa Freitag.

Dossiê organizado por Teresinha Barachini e Vanessa Freitag.

Publicado: 2021-06-23

Artigo e Ensaio | Article and Essay

Ensaio Visual | Visual Essay

Entrevista | Interview

Ver Todas as Edições

O Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul edita e publica a Revista PORTO ARTE com o objetivo de propiciar a divulgação da produção científica de Artes Visuais e áreas afins.