TRAJETÓRIA PROFISSIONAL DE TREINADORES NO CONTEXTO DO ESPORTE PARALÍMPICO

Autores

  • Lucas Alves Facundo Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Marco Túlio de Mello Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Mário Antônio de Moura Simim Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil.
  • Tiago Duarte University of Ottawa. Ottawa, Canadá.
  • Aline Ângela da Silva Cruz Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Fernanda Veruska Narciso Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Roberta Ariane de Andrade Ramos Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Alberto Martins da Costa Comitê Paralímpico Brasileiro. São Paulo, SP, Brasil.
  • Andressa Silva Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.87115

Palavras-chave:

Esportes para pessoas com deficiência. Capacitação profissional. Educação Física e treinamento.

Resumo

Treinadores do esporte paralímpico apresentam diferenças na atuação comparados a outros treinadores. Assim, o objetivo do presente estudo foi analisar a trajetória profissional dos treinadores da Delegação Paralímpica Brasileira dos Jogos Rio 2016. Este estudo contou com 35 treinadores (idade: 39,7±9,4 anos, tempo de atuação: 10,7±5,4 anos) que responderam a um questionário estruturado com perguntas fechadas relacionadas à sua trajetória e formação profissional. Em relação à formação acadêmica, 97,1% dos treinadores apresentaram graduação em Educação Física, 65,7% cursaram pós-graduação lato sensu e 22,9% pós-graduação stricto sensu (mestrado) na área. Além disso, 65,7% dos treinadores realizaram alguma disciplina na universidade relacionada ao esporte paralímpico e 85% realizaram cursos de formação complementar. Concluimos que os treinadores tiveram oportunidades de aprendizado formal durante a graduação em Educação Física e em outros cursos de formação após a conclusão do curso, bem como oportunidades informais para construírem sua carreira no esporte paralímpico.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-04

Como Citar

FACUNDO, L. A.; MELLO, M. T. de; SIMIM, M. A. de M.; DUARTE, T.; CRUZ, A. Ângela da S.; NARCISO, F. V.; RAMOS, R. A. de A.; COSTA, A. M. da; SILVA, A. TRAJETÓRIA PROFISSIONAL DE TREINADORES NO CONTEXTO DO ESPORTE PARALÍMPICO. Movimento, [S. l.], v. 25, p. e25034, 2019. DOI: 10.22456/1982-8918.87115. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/87115. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais