EXPERIÊNCIAS DE ENSINO DA DANÇA EM CENÁRIOS NÃO ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO DO SÉCULO XIX (DÉCADAS DE 1810-1850)

Victor Andrade Melo

Resumo


Na primeira metade do século XIX, estruturaram-se no Rio de Janeiro diversas iniciativas relacionadas à dança, entabuladas em um contexto marcado por uma vida social cada vez mais dinâmica, que tinha como um dos indicadores a conformação de um mercado de entretenimentos. Este estudo tem por objetivo discutir, nesse quadro, experiências de ensino da prática em cenários não escolares. Como marcos temporais, adotaram-se os anos 1810, quando começaram a se delinear tais iniciativas, e a década de 1850, auge da popularidade da dança na cidade. Para alcance do objetivo, como fontes utilizaram-se periódicos fluminenses publicados no período em tela. Espera-se melhor compreender uma esfera importante de educação do corpo que tinha vários pontos de interface com outros âmbitos sociais, inclusive o escolar, sendo também uma faceta da história da cidade que merece ser desvendada.


Palavras-chave


Dança. História. Educação. Docentes.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.56852



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment