A inserção da regulamentação da profissão na área de educação física, dez anos depois: embates, debates e perspectivas

Marco Bettine Almeida, Paulo César Montagner, Gustavo Luis Gutierrez

Resumo


Este texto discute alguns aspectos da regulamentação da profissão na área da Educação Física, seu desenvolvimento e a participação dos principais sujeitos políticos. Frente a um tema atual e polêmico, procuramos fazer uma apresentação objetiva e abrangente do seu desenvolvimento e ilustrar as posições e argumentos dos sujeitos que participam do debate. Para tanto, iniciamos apresentando aspectos importantes da regulamentação das profissões, para depois elaborar uma análise da lei e resoluções do Conselho destacando: (a) o seu significado; (b) atribuições e competências; (c) o limite para a fiscalização e do poder de policia e (d) apontar as atividades típicas do profissional. A título de fechamento, descrevemos aspectos de uma polêmica bastante recente, a subordinação da dança, yoga, artes marciais ao Conselho Federal de Educação Física.


Palavras-chave


Prática Profissional. Educação Física. Conselhos de Especialidade Profissional



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.3051

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment