Fontes históricas e oralidade

Ademir Gebara

Resumo


O presente texto sistematiza as relações entre o historiador e suas fontes, procurando elucidar questões teóricas e metodológicas emergentes da narrativa histórica. Duas questões conceituais vertebram o texto. Uma refere-se a construção de narrativas a partir de uma fonte escrita tradicional, indicando as limitações das possibilidades de conhecimento de culturas que não utilizam a linguagem escrita. Uma segunda questão emerge da multiplicidade de tempos do historiador, a partir de sua interação com as fontes, a linearidade da narrativa escrita também limita as possibilidades de conhecimento de grupos dominados. O texto finaliza apontando para uma questão central no debate de história oral, isto é, o historiador como produtor de documentação histórica.

Palavras-chave


História Oral. Fontes Históricas. Documentação Histórica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2845

Direitos autorais



 

Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment