A formação de professores em tempos de incerteza

Juana María Sancho, Fernando Hernández

Resumo


O conhecimento disponível sobre a formação do professorado nos leva a ser cauteloso na hora de abordar esta temática. As propostas, os estudos e as experiências abundam, entretanto trata-se de uma problemática que parece estar longe de esgotar-se. Existe um amplo acordo em torno à necessidade de que o professorado tenha acesso a processos formativos que lhe permita renovar sua prática docente y, dessa forma, contribuir para a melhoria dos processos e resultados da aprendizagem do alunado. A partir desse reconhecimento, neste artigo discutimos duas questões que não são, comumente, abordadas de forma explícita em relação com a formação do professorado. Em primeiro lugar argumentamos que na equação que relaciona a formação do professorado com a melhoria da aprendizagem do alunado, normalmente, não consideram um fator importante: as condições em que se dão as situações de ensino e aprendizagem. Umas condições que vêm configuradas pela interação de elementos tão complexos e díspares como a articulação do sistema educativo, a organização do tempo e o espaço escolar e a situação de trabalho dos docentes. Em segundo lugar, estabelecemos que um sistema de formação há de ser coerente e não pode estar desligado de um conjunto de temas tais como: a explicitação da missão e da função da escola, o conteúdo e a articulação do currículo, a visão de cada disciplina, se o currículo é disciplinar, a representação que se tem sobre o papel do professorado, as interpretações sobre as carências da sociedade atual e do próprio alunado e o projeto de melhoria da educação ao qual se vincule. Nosso ponto de vista é que, a partir da posição de que um projeto de formação enfrente esses temas, e de sua capacidade para conectar com a necessidade de aprendizagem do professorado (o que supõe uma disposição para a mudança e a melhoria) é possível -e necessário -estabelecer uma proposta de formação desde a complexidade e não desde o reducionismo ef icient ista e gerencialista.

Palavras-chave


Formação de professores. Transformações sociais. Educação física.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2824

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment