O FALSO CONFLITO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E ASMA

Autores

  • Irene C. Rangel Betti Profª. do Departamento de Educação Física, UNESP, Rio Claro - SP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2007

Palavras-chave:

Asma-brônquica. Atividade física. Ginástica respiratória.

Resumo

O indivíduo portador de asma brônquica geralmente vive em precárias condições físicas porque sente-se limitado para a prática ou, no caso de crianças asmáticas, são superprotegidas pelos pais e privadas de atividades. Muitas crianças são, até mesmo, dispensadas das aulas de educação física. Entretanto, existe a possibilidade destes indivíduos receberem os benefícios das atividades físicas através da ginástica respiratória e natação. Ao contrário do que se imagina, a atividade física, quando bem controlada, pode diminuir o número e a intensidade das crises de asma. Os profissionais de educação física precisam conhecer esta modalidade, para que possam auxiliar cada vez mais os portadores de asma brônquica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irene C. Rangel Betti, Profª. do Departamento de Educação Física, UNESP, Rio Claro - SP

Artigo Digitalizado

Downloads

Publicado

1994-05-08

Como Citar

BETTI, I. C. R. O FALSO CONFLITO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E ASMA. Movimento, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 47–53, 1994. DOI: 10.22456/1982-8918.2007. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2007. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais