O ESPORTE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E A LUTA ANTICAPACITISTA – DOS ESTEREÓTIPOS SOBRE A DEFICIÊNCIA À VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE

Bruna Barboza Seron, Elaine Cappellazzo Souto, Bruno Marson Malagodi, Márcia Greguol

Resumo


O capacitismo, por ser estrutural, permeia a vida da pessoa com deficiência em todos os contextos sociais. O presente ensaio tem como objetivo refletir sobre o papel do esporte para pessoas com deficiência na luta anticapacitista. Para tanto, dialoga com as abordagens e compreensões sobre a deficiência e expõe representações sociais esportivas, muitas vezes guiadas pela mídia, que podem reforçar a construção capacitista no esporte e na sociedade. O desenvolvimento do paradesporto tem urgência em apoiar-se em concepções sobre a deficiência, que descontruam a normatização dos corpos e concebam o esporte como direito humano.

 


Palavras-chave


Esportes para pessoas com deficiência. Capacitismo. Meios de comunicação de massa.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.113969

Direitos autorais 2021 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment