NA SUA PRÓPRIA VOZ: A EXPERIÊNCIA FÍSICA E ESPORTIVA DE DUAS PESSOAS COM SÍNDROME DE ASPERGER

Blas González Alba, Esther Prados Megías

Resumo


O presente trabalho mostra alguns dos resultados derivados do estudo de investigação realizado na tese de doutorado “Pedagogía de la Posibilidad. Estudio narrativo sobre el proceso educativo y resiliente de dos personas diagnosticadas de Síndrome de Asperger”.  A partir do enfoque da investigação biográfica narrativa e das análises dos relatos de vida de Isabel e Emmit, abordamos suas respectivas experiências desportivas intra e extraescolares. O objetivo deste trabalho é analisar as potencialidades e debilidades destas práticas como veículos de socialização. Suas narrativas nos transportam a cenários escolares em que a Educação Física tem estado limitada a certos esportes de equipe e a atividades desportivas que não estão adaptadas a suas necessidades motoras e/ou hipersensoriais, e a atividades desportivas extraescolares que em certa medida têm potencializado o desenvolvimento de um processo resiliente. Seus relatos mostram cenários desportivos que por limitações formativas ou desinteresse dos professores não estão adaptados as suas necessidades pessoais e sociais.

 


Palavras-chave


Síndrome de Asperger. Educação Física e Treinamento. Resiliência psicológica. Biografías como assunto.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.103004

Direitos autorais 2021 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment