Acoplamentos, vínculos e deficiência visual: sobre um vetor de atravessamento Varela-Latour

Autores

  • Virginia Kastrup Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Alexandra Cleopatre Tsallis Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.9598

Palavras-chave:

Rede, Acoplamento Estrutural, Vínculo, Deficiência Visual

Resumo

O artigo analisa um dos vetores de atravessamento das obras de Francisco Varela e Bruno Latour, enfocando o entendimento singular acerca do que habitualmente é concebido como “relação” no âmbito da ciência moderna. Aponta que tanto Varela nas ciências da cognição, quanto Latour nos estudos sobre ciência deslocam a noção de relação, entendida como ligação entre pólos pré-existentes, em favor de noções como rede, acoplamento estrutural e vínculo, que possibilitam pensar processos imanentes de invenção do mundo, envolvendo humanos e não-humanos. O texto procura ainda demonstrar que, em função de tais deslocamentos conceituais, as obras de Varela e Latour constituem referências teóricas importantes para os estudos sobre deficiência visual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Virginia Kastrup, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Psicologia pela PUC - SP. Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pesquisadora do CNPq.

Alexandra Cleopatre Tsallis, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Psicologia Social (UERJ em associaçào com a Ecole de Mines / Paris). Pesquisadora do Núcleo de Cognição e Coletivos.

Downloads

Publicado

2010-03-05

Como Citar

KASTRUP, V.; TSALLIS, A. C. Acoplamentos, vínculos e deficiência visual: sobre um vetor de atravessamento Varela-Latour. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 12, n. 2, 2010. DOI: 10.22456/1982-1654.9598. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/9598. Acesso em: 12 ago. 2022.