Acoplamentos, vínculos e deficiência visual: sobre um vetor de atravessamento Varela-Latour

Virginia Kastrup, Alexandra Cleopatre Tsallis

Resumo


O artigo analisa um dos vetores de atravessamento das obras de Francisco Varela e Bruno Latour, enfocando o entendimento singular acerca do que habitualmente é concebido como “relação” no âmbito da ciência moderna. Aponta que tanto Varela nas ciências da cognição, quanto Latour nos estudos sobre ciência deslocam a noção de relação, entendida como ligação entre pólos pré-existentes, em favor de noções como rede, acoplamento estrutural e vínculo, que possibilitam pensar processos imanentes de invenção do mundo, envolvendo humanos e não-humanos. O texto procura ainda demonstrar que, em função de tais deslocamentos conceituais, as obras de Varela e Latour constituem referências teóricas importantes para os estudos sobre deficiência visual.

Palavras-chave


Rede; Acoplamento Estrutural; Vínculo; Deficiência Visual

Texto completo:

PDF () PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.9598

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X