Avaliação da Modalidade Remota de Ensino: Uma percepção a partir dos discentes do Ensino Superior

Marcelo Agenor Espíndola, Frederico Cesar Mafra Pereira

Resumo


Este artigo teve como objetivo avaliar a modalidade de ensino remoto a partir da percepção de discentes do ensino superior. Para esta proposta, o estudo se sustentou em uma pesquisa descritiva de caráter quantitativo. Os dados foram coletados durante o período do retorno das aulas presenciais, via Google Forms, e analisados por meio da estatística descritiva. Os resultados apresentaram que o ensino remoto, mesmo surgindo como alternativa de manutenção do plano de ensino em períodos de isolamento social, não substitui a modalidade presencial na preferência dos discentes. Apesar da instituição pesquisada se posicionar a favor da modalidade presencial, tal preferência por parte dos discentes ultrapassa os critérios mercadológicos e avança para as dimensões sociais desses. Ressalta-se ainda que o modelo remoto trouxe reflexos ao modelo presencial, emergindo a necessidade de adoção de novas ferramentas digitais e metodologias no ambiente presencial de ensino.

Palavras-chave


Ensino Remoto; Ensino Presencial; Ensino Superior; Discentes

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. E. B. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e pesquisa, v. 29, n. 2, p. 327-340, 2003.

AMARAL, E.; POLYDORO, S. Os desafios da mudança para o ensino remoto emergencial na graduação na Unicamp–Brasil. Linha Mestra, n. 41a, p. 52-62, 2020.

ANDRADE CARNEIRO, Leonardo et al. Uso de tecnologias no ensino superior público brasileiro em tempos de pandemia COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 8, p. e267985485-e267985485, 2020.

ARIAS, E.; ESCAMILLA, J.; LÓPEZ, A.; PEÑA, L. ¿Cómo perciben los docentes la preparación digital de la Educación Superior en América Latina? Junho, 2020. Disponível em: https://observatorio.tec.mx/edu-news/encuesta-preparacion-digital-docentes-universitarios-america-latina. Acesso em: 01 jul. 2020.

ARRUDA, E. P., EDUCAÇÃO REMOTA EMERGENCIAL: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede-Revista de Educação a Distância, v. 7, n. 1, p. 257-275, 2020.

AVELINO, W. F.; MENDES, Jessica Guimarães. A REALIDADE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA A PARTIR DA COVID-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), v. 2, n. 5, p. 56-62, 2020.

BABBIE, E. Métodos de pesquisa de Survey. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

BAO, W. Covid19 and online teaching in higher education. A case study of Peking University. Human Behavior and Emerging Technologies, v. 2, n. 2, p. 107-195, 2020. DOI: https://doi.org/10.1002/hbe2.191.

BARRETO, A. C. F.; ROCHA, D. S., COVID 19 E EDUCAÇÃO: RESISTÊNCIAS, DESAFIOS E (IM) POSSIBILIDADES. Revista Encantar-Educação, Cultura e Sociedade, v. 2, p. 01-11, 2020.

BRASIL. Portaria Nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. D.O.U 18/03/2020. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2020.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em Administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. 2a ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

CRAWFORD, J.; BUTLER-HENDERSON, K.; JURGEN, R. MALKAWI, B. H.; GLOWATZ, M.; BURTON, R.; MAGNI, P.; LAM, S. Covid-19: 20 countries’ higher education intra-period digital pedagogy responses. Journal of Applied Learning & Teaching, v. 3, n. 1, 2020. DOI: https://doi.org/10.37074/jalt.2020.3.1.7.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

ESPÍNDOLA, M.A.; MAFRA PEREIRA, F.C. Desafios de implantação da educação remota no período da COVID-19: uma análise a partir da percepção de docentes do nível técnico. In: Anais do XXII SEMEAD - Seminários em Administração, São Paulo. Anais... São Paulo: FEA/USP, Brasil, 2020.

GUSSO, Hélder Lima et al. Ensino superior em tempos de pandemia: diretrizes à gestão universitária. Educação & Sociedade, v. 41, 2020.

HODGES, Charles et al. The difference between emergency remote teaching and online learning. EDUCAUSE Review. 27 mar. 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning, 2020. Acesso em: 11 maio 2020

IBGE [INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA] Uso de Internet, televisão e celular no Brasil. IBGE Educa – Jovens. Rio de Janeiro: IBGE, 2020b. Disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/materiasespeciais/20787-uso-de-internet-televisao-e-celular-no-brasil.html. Acesso em: 02 maio 2020.

REDE DE ENSINO JK. Entenda as diferenças entre EAD e aula Remota. Disponível em: . Acesso em 21 out. 2020

SANTOS, E. Educação online para além da EAD: um fenômeno da cibercultura. Anais do Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Universidade do Minho, Braga, Portugal, 2009, p. 5658-5671. Disponível em: http://www.educacion.udc.es/grupos/gipdae/documentos/congreso/xcongreso/pdfs/t12/t12c427.pdf. Acesso em: 27 mar. 2020.

SANTOS JUNIOR, V. B.; MONTEIRO, J. C., EDUCAÇÃO E COVID-19: AS TECNOLOGIAS DIGITAIS MEDIANDO A APRENDIZAGEM EM TEMPOS DE PANDEMIA. Revista Encantar-Educação, Cultura e Sociedade, v. 2, p. 01-15, 2020.

SILVA, J. A. R.; BERNARDO JR, Ronaldo; OLIVEIRA, Fátima Bayma. Abandono e conclusão de alunos inscritos em cursos MOOD. Rio de Janeiro: ABED, 2014.

SILVA, S. D.; COSTA, F.J. Mensuração e Escalas de Verificação: uma Análise Comparativa das Escalas de Likert e Phrase Completion. PMKT - Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia, v. 15, p. 1-16, out., 2014.

SOBRAL, S. R. O impacto do COVID-19 na educação. Retirado de: https://observador. pt/opiniao/o-impacto-do-covid-19-na-educacao, 2020.

TOQUERO, C. M. Challenges and opportunities for higher education amid the Covid-19 pandemic: The Philippine context. Pedagogical Research, v. 5, n. 4, 2020. DOI: https://doi.org/10.29333/pr/7947.

VIANA BRAZ, Matheus. A pandemia de covid-19 (sars-cov-2) e as contradições do mundo do trabalho. Revista Laborativa, v. 9, n. 1, p. 116-130, abr. 2020.




DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.113755

Direitos autorais 2021 Informática na educação: teoria & prática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.