Smartphones no processo educacional: Propondo possibilidades

Paulo de Sá Filho, Remi Castioni

Resumo


O smartphone tem se destacado como um recurso tecnológico muito utilizado. Esse fato é confirmado ao observar que em 2018 no Brasil já existiam 306 milhões de smartphones em uso e que desde 2015 o smartphone é o recurso mais utilizado para o acesso à Internet. Ao constatar essa realidade, pensar formas e métodos de utilizar o smartphone como recurso educacional no processo de ensino-aprendizagem torna-se muito importante. Assim, o objetivo desse artigo é apresentar aplicativos de smartphones que podem ser utilizados no processo de ensino-aprendizagem. Para isso, se contextualizará primeiro o uso das novas tecnologias na educação, em especial o smartphone antes da pandemia do Covid-19. Dando sequência demonstrar-se-á como os referidos aplicativos podem ser utilizados no processo de ensino-aprendizagem. Com isso, esse estudo pretende auxiliar os docentes de todos os níveis de ensino a implementarem o uso do smartphone no contexto educacional.

Palavras-chave


Educação. TDIC’s. Aplicativos.

Texto completo:

PDF

Referências


ANATEL, Agência Nacional de Telecomunicações. Telefonia Móvel - Municípios atendidos, 2020. Disponível em: https://www.anatel.gov.br/setorregulado/component/content/article/115-universalizacao-e-ampliacao-do-acesso/telefonia-movel/423-telefonia-movel-municipios-atendidos. Acesso em: 23 ago. 2020.

ANATEL, Agência Nacional de Telecomunicações. Panorama Setorial de Telecomunicações Julho/2020, 2020. Disponível em: https://www.anatel.gov.br/dados/relatorios-de-acompanhamento/2020. Acesso em: 23 ago. 2020.

ANATOLYEVNA, G. V.; BUTT, S.; THAKUR, G.R.; ZAHEER, S.; Kra, Y. F. M.; BAAH, N. K.; BAFFOUR, B. K.; USMAN, M. USING MOBILE TECHNOLOGY IN MODERN TEACHING. International Journal of Mechanical Engineering and Technology, vol. 9, n. 09. set. 2018. Disponível em: http://www.iaeme.com/ijmet/issues.asp?JType=IJMET&VType=9&IType=9. Acesso em: 24 jul. 2020.

BATES, A. W. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2016.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. São Paulo: Editores Associados, 1999.

BRASIL, Congresso Nacional. PROJETO DE LEI N.º 2.246-A, DE 2007. Brasília, DF, 2007. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=514264&filename=Tramitacao-PL+2246/2007. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL, Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação (PNE). Brasília, DF, 2014. Disponível em: http://pne.mec.gov.br/18-planos-subnacionais-de-educacao/543-plano-nacional-de-educacao-lei-n-13-005-2014. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL, Ministério da Educação. Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo). Brasília, DF, 2017. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/programas/proinfo. Acesso em: 20 ago. 2020.

CARVALHO, F. A. L.; SAMPAIO, A. P. L. Análise sobre o Proinfo a partir de uma perspectiva bibliográfica. Revista Sítio Novo, Palmas, vol. 4, n. 01. jan./mar. 2020. Disponível em: http://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/view/234. Acesso em: 24 jul. 2020.

CETIC, Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação. TIC Domicílios - 2019, 2020. Disponível em: https://cetic.br/pesquisa/domicilios/indicadores/. Acesso em: 25 ago. 2020.

COSTA, L. M. Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) - Expansão, democratização e inserção das tecnologias na Rede Pública. Revista QUANTA Comunicação e Cultura, Resende, vol. 1, n. 01. 2015. Disponível em: https://www.aedb.br/publicacoes/index.php/comunicacao/article/view/4. Acesso em: 25 jul. 2020.

DISTRITO FEDERAL, Governo do Estado. Lei nº 4.131, de 02 de maio de 2008. Brasília, DF, 2008. Disponível em: https://www.sinprodf.org.br/wp-content/uploads/2011/03/lei-n%C2%BA-4.131-de-02-de-maio-de-2008.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

FGV, Fundação Getúlio Vargas. Brasil tem 424 milhões de dispositivos digitais em uso, revela a 31ª Pesquisa Anual do FGVcia, 2020. Disponível em: https://portal.fgv.br/noticias/brasil-tem-424-milhoes-dispositivos-digitais-uso-revela-31a-pesquisa-anual-fgvcia. Acesso em: 24 ago. 2020.

GSMA, GSMA Intelligence. Economia Móvel na América Latina, 2019. Disponível em: https://www.gsma.com/latinamerica/pt-br/resources/economia-movel-na-america-latina-2019/. Acesso em: 24 ago. 2020.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD, 2019. Disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/materias-especiais/20787-uso-de-internet-televisao-e-smartphone-no-brasil.html. Acesso em: 23 ago. 2020.

LAKATOS, Eva Maria.; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2006.

LOPES, P. A.; PIMENTA, C. C. C. O uso do smartphone em sala de aula como ferramenta pedagógica: Benefícios e desafios, vol. 3, n. 01. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/cadernoscap/issue/view/2638/showToc. Acesso em: 24 jul. 2020.

MARTINS, R. X; FLORES, V. F. A implantação do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo): revelações de pesquisas realizadas no Brasil entre 2007 e 2011. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, vol. 96, n. 242. jan./apr. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812015000100112. Acesso em: 24 jul. 2020.

MARTINS, R. X; FLORES, V. F. Era uma vez o Proinfo... diferenças entre metas e resultados em escolas públicas municipais. Revista Horizontes, Itatiba, vol. 35, n. 02. 2017. Disponível em: https://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/319. Acesso em: 24 jul. 2020.

MIRANDA, G. L. Limites e possibilidades das TIC na educação. Revista de Ciências da Educação, Lisboa, n. 03, mai./ago. 2007. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/60/76. Acesso em: 21 jul. 2020.

MORAN, J.; MASSETTO, M. T.; BEHRENS M. A. Novas tecnologias e mediações pedagógicas. Campinas: Papirus, 2012.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de Metodologia Científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

ORRICO, C. A.; MONTEIRO, D. C. Uso do smartphone em sala de aula com finalidade pedagógica: construção de saberes de uma nova perspectiva, vol. 14, n. 02. jul./dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/download/10775/7841. Acesso em: 24 jul. 2020.

PARANÁ, Governo do Estado. Lei Estadual nº 18.118/2014-PR, de 24 de Junho de 2014. Paraná, PR, 2014. Disponível em http://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=11862#:~:text=Lei%20Estadual%20n%C2%BA%2018.118%2F2014%2DPR%2C%20de%2024%20de,Art. Acesso em: 20 ago. 2020.

RIO DE JANEIRO, Governo do Estado. LEI Nº 5222, DE 11 DE ABRIL DE 2008. Rio de Janeiro, RJ, 2007. Disponível em: http://alerjln1.alerj.rj.gov.br/CONTLEI.NSF/c8aa0900025feef6032564ec0060dfff/f4ec6ce30c8857488325742b006b42cc?OpenDocument. Acesso em: 20 ago. 2020.

RODRIGUES, R. B. Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação. Recife: IFPE, 2016.

SANTOS, D. D.; BORUCHOVITCH, E. e BEHAR, P. A. Competências socioemocionais, metacognição e tecnologia educacional. In: LEITE, C. R. M. et al. (org.). Educação baseada em evidências: Análises, Sugestões e Propostas. Rio de Janeiro, RJ: Rede CpE, 2019, p. 37-46.

SANTOS. Marisilvia dos, SCARABOTTO. Suelen do Carmo dos Anjos, MATOS. Elizete Lucia Moreira. Imigrantes e nativos digitais: um dilema ou desafio na educação? Disponível em:< http://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/5409_3781.pdf>. Acesso em: 23 dez. 2020.

SÃO PAULO, Governo do Estado. Lei nº 12.730, de 11 de outubro de 2007. São Paulo, SP, 2007. Disponível em: https://governo-sp.jusbrasil.com.br/legislacao/130341/lei-12730-07. Acesso em: 20 ago. 2020.

SERAFIM, Maria Lúcia; SOUSA, Robson Pequeno. Multimídia na Educação: o vídeo digital integrado ao contexto escolar. IN: SOUSA, Robson P.; MOITA, Filomena M.; CARVALHO, Ana B. (Orgs.) Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: Eduepb, 2011.

SOUZA, L. C. A TIC na Educação: uma grande aliada no aumento da aprendizagem no Brasil. Revista Eixo, Lisboa, Vol. 5, n. 01, jan./jun. 2016. Disponível em: http://revistaeixo.ifb.edu.br/index.php/RevistaEixo/article/view/315/197. Acesso em: 21 jul. 2020.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B. Políticas de Tecnologia na Educação no Brasil: Visão Histórica e Lições Aprendidas. Revista Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, Vol. 28, n. 94, jan./jun. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.14507/epaa.28.4295. Acesso em: 21 ago. 2020.

VELLOSO, F. C. Informática: conceitos básicos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

VIAL, Gregory. Understanding digital transformation: A review and a research agenda. The Journal of Strategic Information Systems, vol. 28, n. 02. jun. 2019. Disponível https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0963868717302196. Acesso em: 04 jan. 2021.

ZAHEER, S.; BUTT, S.; ANATOLYEVNA, G. V.; SALMANI, H. Do Mobile Technology in the Classroom Really Improve Learning Outcomes? International Journal of Evaluation and Research in Education (IJERE), vol. 7, n. 03. set. 2018. Disponível em: https://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ1198642.pdf. Acesso em: 24 jul. 2020.

ZIYADIN S., SUIEUBAYEVA S., UTEGENOVA A. (2020) Digital Transformation in Business. In: Ashmarina S., Vochozka M., Mantulenko V. (eds) Era digital: Chances, Challenges and Future. ISCDTE 2019. Lecture Notes in Networks and Systems, vol 84. Springer, Cham. https://doi.org/10.1007/978-3-030-27015-5_49. Acesso em: 04 jan. 2021.




DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.110620

Direitos autorais 2021 Informática na educação: teoria & prática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.