Aplicações do Software Google Earth TM em Estudos Ambientais

Alisson Passos Schleich, João Bernardes da Rocha Filho, Regis Alexandre Lahm

Resumo


O presente artigo é do tipo estado do conhecimento sobre a aplicação do software Google Earth TM na educação. Visa a explorar e identificar as contribuições, potencialidades e desafios da utilização dessa ferramenta nos processos de ensino e de aprendizagem. Tem por objetivo, também, promover o conhecimento científico acerca da utilização do Google EarthTM em sala de aula, sobretudo no ensino básico. Para tanto, foram selecionados oito artigos que fazem relação entre o uso do Google EarthTM e a temática ambiental. O estudo revelou que o número de trabalhos sobre essa ferramenta tem aumentado, e as experiências ocorrem mais no ensino fundamental do que no médio. Os artigos evidenciam, ainda, que as atividades que utilizam o Google EarthTM contribuem com os processos de ensino e de aprendizagem, com potencial para geração de conhecimento por meio de análises de imagens, discussões e reflexões, no que diz respeito ao contexto dos estudantes.

Palavras-chave


Educação Ambiental Remota. Ensino e Google EarthTM. Meio Ambiente e Google EarthTM.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, R. S. O uso do Google Maps e Google Earth para o estudo do meio e trabalho de campo no parque municipal de Maceió. In: Anais do V Colóquio Internacional “Educação e Contemporaneidade”. São Cristóvão, SE, 1-15, 2011.

BAKER, V. R. Introduction: Regional Landforms Analysis. In: Short, N. M.; Blair, R. W. (ed.). Geomorphology from space: A Global Overview of Regional Landforms. Washington, DC: NASA, 1986, 717p. (NASA SP-486).

BRUNNER, J. J. Educação no encontro com as novas tecnologias. In: Tedesco, J. C. (Org.). Educação e novas tecnologias: esperança ou incerteza? São Paulo: Cortez, 2004.

CAMPOS, D. B.; CAVALARI, R. M. F. Educação Ambiental e formação de professores enquanto “sujeitos ecológicos”: processos de formação humana, empoderamento e emancipação. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 34, n. 1, p. 92-107, 2017.

DEMO, P. Educar pela Pesquisa. 3 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1998.

KOEPPE, C. H. B.; LAHM, R. A.; BORGES, R. M. R. Usina Hidrelétrica de Belo Monte: uma polêmica atual para despertar a educação ambiental crítica. Experiências em Ensino de Ciências (UFRGS), v. 8, p. 17-28, 2013.

KRIPKA, R. M. L.; VIALI, L.; LAHM, R. A. Utilização dos recursos do Google EarthTM e do Google MapsTM no ensino de ciências. Revista Latinoamericana de Tecnología Educativa, v. 13, p. 89-101, 2014.

MACHADO, J. T. Um estudo diagnóstico da Educação Ambiental nas escolas do Ensino Fundamental do Município de Piracicaba/SP. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente). Centro Universitário de Araraquara–UNIARA, 2008.

MENDES, R. H.; REFOSCO, J. C. Levantamento de áreas degradadas, através de técnicas de Sensoriamento Remoto. Revista Dynamis. FURB, Blumenau – Santa Catarina. Vol. 6, n° 28, p 40-49, 1999.

MOROSINI, M. C.; FERNANDES, C. M. B. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, 2014.

PEREIRA, T. R. D. S.; NASCIMENTO, F. S.; PEREIRA, I. B.; ANJOS, T. D. S. Potencial social de articulação entre ensino médio e a engenharia articulação universidade e ensino médio: as potencialidades das geotecnologias e o conhecimento científico na escola. Revista Dynamis. FURB, Blumenau, v. 12, n. 2, 29-35, 2012.




DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.107404

Direitos autorais 2021 Informática na educação: teoria & prática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.