Mineração de textos científicos: análise de artigos de periódicos científicos brasileiros da área de Ciência da Informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245271.237-262

Palavras-chave:

Estudos Métricos da Informação, Descoberta de conhecimento em bases de dados, Mineração de texto, Mineração de textos científicos, Ciência da Informação

Resumo

Este trabalho analisa artigos de periódicos científicos brasileiros da área de Ciência da Informação sobre a mineração de textos e descoberta de conhecimento em textos. Os artigos analisados são indexados pela Brapci ou Scielo e contêm os termos compostos mineração de texto ou descoberta de conhecimento nos metadados, além de abordarem especificamente a aplicação de técnicas de mineração de textos. A metodologia da pesquisa é de natureza exploratória, bibliográfica, e quali-quantitativa, pautada nos procedimentos de estudo métrico e análise de conteúdo. Como resultados, discute-se a distribuição temporal dos trabalhos, as entidades de afiliação dos autores, além de caracterizar os procedimentos metodológicos e resultados dos trabalhos relativos à mineração de textos científicos. Conclui-se que ao longo de 18 anos, 28 trabalhos foram publicados sobre a extração de conhecimento por meio da mineração de textos. Dentre estes, 13 tratam da mineração de textos científicos, dos quais nove tem natureza aplicada, sendo esses analisados mais profundamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Henrique Wanderley Ferreira, Universidade Federal de Pernambuco

Mestre em Ciência da Informação. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação.

Renato Fernandes Correa, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Ciência da Computação. Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFPE.

Downloads

Publicado

2020-12-22

Como Citar

FERREIRA, M. H. W.; CORREA, R. F. Mineração de textos científicos: análise de artigos de periódicos científicos brasileiros da área de Ciência da Informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 27, n. 1, p. 237–262, 2020. DOI: 10.19132/1808-5245271.237-262. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/99724. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos