Composicionalidade e sobreposição em terminologias biomédicas: alternativas para interoperabilidade em saúde

Livia Marangon Duffles Teixeira, Mauricio Barcellos Almeida

Resumo


Uma importante fonte de informação para a prática clínica é o prontuário de paciente, um documento que já existe no formato eletrônico. A ambiguidade inerente ao discurso médico tem dificultado a integração automática desejável entre prontuários eletrônicos de pacientes uma vez que, no atual estágio de desenvolvimento tecnológico, os sistemas automáticos não estão aptos a lidar com variações sintáticas e semânticas da linguagem humana. Mesmo as terminologias padronizadas, criadas para lidar com tais variações, não resolvem o problema à medida da multiplicidade de opções. Essas, além dos objetivos e propósitos diversos, têm resultado em redundância, retrabalho e sobreposição entre termos. O presente artigo parte da premissa de que o problema da interoperabilidade é complexo e precisa ser atacado em diversas frentes. Uma dessas frentes, no âmbito dos prontuários eletrônicos de pacientes, envolve situações de caráter conceitual, a saber, a sobreposição epistemológica e a composicionalidade de termos. Vale-se aqui de um modelo baseado em ontologias criado em pesquisa anterior para projetar e testar um método que objetiva atenuar os efeitos dessas situações. O teste é realizado em fragmento da Classificação Internacional de Doenças e conclui-se que as situações de natureza conceitual mencionadas são aspectos relevantes a combater na busca por interoperabilidade.


Palavras-chave


Ontologia; Representação do conhecimento; Terminologias clínicas; Interoperabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245263.196-223



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Google Scholar, Instagram, TwitterFacebook.

Classifica ção Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)