Avaliação informacional em ambientes colaborativos

Jaires Oliveira Santos, Maria Isabel de Jesus Sousa Barreira, Larissa de Lima Souza, Michelle Pacheco Gomez

Resumo


Esta pesquisa visa analisar de que maneira os bibliotecários economicamente ativos avaliam a informação em ambientes colaborativos. Para alcançar esse objetivo, delineou-se o percurso metodológico. Trata-se de uma pesquisa descritiva, combinando as abordagens qualitativa e quantitativa. O universo foi constituído dos bibliotecários em atividade, com registro ativo até março de 2019 no Conselho Regional de Biblioteconomia da quinta região (CRB5), que à época contabilizava 595 profissionais. Contudo, apenas os 116 bibliotecários que responderam ao instrumento de coleta de dados puderam ser contemplados na amostra. Os resultados demonstraram que há cenários favoráveis em relação à avaliação da informação na atividade laboral do bibliotecário, entretanto, foi possível perceber fragilidades consideradas um tanto preocupantes, dentre as quais a de alguns profissionais não conseguirem distinguir informações de desinformações


Palavras-chave


Avaliação da informação; Tecnologias de informação e comunicação; Ambientes colaborativos; Competência em informação; Desinformação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245263.327-353



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Google Scholar, Instagram, TwitterFacebook.

Classifica ção Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)