Memória e cidadania nos acervos de história oral e mídia digital

Autores

  • Elias Estevão Goulart
  • Priscila Ferreira Perazzo
  • Vilma Lemos

Palavras-chave:

Memória, história oral, cidadania, mídia digital

Resumo

Este texto tem como proposta discutir a importância da constituição de acervos de história oral, levando em consideração a difusão da memória e o exercício da cidadania a partir dela, bem como as relações de poder envolvidas nesse processo. As técnicas de história oral possibilitam a organização de um acervo de relatos de história de vida que, no seu conjunto, levam à recuperação da identidade coletiva e da memória da comunidade. São os sentimentos de pertencimento a um grupo, garantido por imagens ou símbolos, que permitem o reconhecimento do outro como a si mesmo. Esse reconhecimento pode ser visualizado a partir da gravação sistemática (de som e imagem) de depoimentos de personagens singulares, atribuindo importância às minorias e destaque para os direitos e liberdades individuais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elias Estevão Goulart

Doutor em Computação. Professor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, SP (IMES) Coordenador do HiperMemo. Currículo Lattes

Priscila Ferreira Perazzo

Historiadora. Doutora em História Social, Professora da Universidade da Universidade Municipal de São Caetano do Sul ,SP (IMES) Coordenadora do Memórias do ABC Currículo Lattes

Vilma Lemos

Licenciada em Letras (Inglês-Português) Doutora em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem, Professora da Universidade da Universidade Municipal de São Caetano do Sul,SP (IMES ) Pesquisadora do Memórias do ABC Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2006-12-09

Como Citar

GOULART, E. E.; PERAZZO, P. F.; LEMOS, V. Memória e cidadania nos acervos de história oral e mídia digital. Em Questão, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 153–166, 2006. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/117. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos