Classificação dos laboratórios de pesquisa biomédica baseada em publicações científicas: o caso do Instituto Oswaldo Cruz

Ricardo Barros Sampaio, Vitor Hugo da Silva Martins, Everard Christiaan Marie Noyons, Helena Célia de Souza Sacerdote

Resumo


Dada a importância do Instituto Oswaldo Cruz para as pesquisas biomédicas, em nível nacional e internacional, que visam ao desenvolvimento tecnológico, à inovação e ao fornecimento de serviços de referência para o diagnóstico de doenças infecciosas e genéticas e para o controle vetorial, um mapeamento da produtividade dos seus laboratórios pode contribuir para o planejamento dos recursos, considerando-se as necessidades e as prioridades das demandas de saúde regionais. O problema de pesquisa considerou o relato dos gestores a respeito da divisão dos laboratórios não se mostrar eficiente para atender às necessidades de investimento em pesquisas de saúde, devido à grande pulverização de recursos. O objetivo foi avaliar e apresentar as potencialidades de colaboração, de interação e de integração entre os laboratórios de pesquisa, considerando as publicações científicas dos seus pesquisadores, as áreas de pesquisa e as palavras-chave relacionadas aos laboratórios, também as áreas de conhecimento e os medical subject headings encontrados nas bases ISI Web of Science e PubMed, respectivamente. A metodologia utilizada compreendeu a análise de redes quanto à colaboração e à classificação científica das publicações; e a análise de textos instrumentalizada pelo software IRAMuTeQ. Como conclusão, foram apresentadas possibilidades de agrupamentos com diferentes abordagens. No entanto, esclarece-se que foram utilizadas apenas informações acerca de publicações científicas. Isso pode implicar um viés nos resultados encontrados, havendo, portanto, necessidade de um parecer de especialistas acerca desses resultados. A sugestão é que a pesquisa seja aprofundada, considerando os programas de pós-graduação do Instituto Oswaldo Cruz e de seus professores, além de trabalhos de dissertação e de tese defendidos nos últimos anos (como o E-lattes) e que os seus resultados sejam apresentados em outras publicações.


Palavras-chave


Colaboração Científica. Análise de Redes. IRAMuTeQ. Fiocruz. Instituto Oswaldo Cruz.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245271.308-335



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Google Scholar, Instagram, TwitterFacebook.

Classifica ção Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)