Histórico do periódico

A história da revista Em Questão remonta ao ano de 1986, quando foi publicado o primeiro exemplar da Revista de Biblioteconomia & Comunicação, periódico criado experimentalmente pelos alunos da disciplina de Projeto Experimental em Jornalismo II, coordenada pelos professores Rosa Nívea Pedroso e Rubens Constantino Volpe Weine. Segundo Pedroso e Weine (1986), a intenção do primeiro número da revista era permitir a discussão das tendências teóricas das áreas de Biblioteconomia e Comunicação e servir de espaço para a divulgação de estudos e pesquisas de alunos e professores da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FABICO/UFRGS). Por ser de caráter experimental, não se tinha certeza, no momento da criação do primeiro número, se a permanência do periódico seria viável.

Segundo a professora Rosa Nívea Pedroso (editora da revista até a sétima edição em 1996), a primeira edição teve tanta repercussão que a então diretora da FABICO, professora Lourdes Gregol Fagundes da Silva, decidiu torná-la uma publicação da Faculdade e a desvinculou da disciplina de Projeto Experimental em Jornalismo II. O Conselho Editorial, inicialmente formado por professores da FABICO, teve professores de outras universidades adicionados na terceira edição, em 1988. O reconhecimento científico foi rápido e o ISSN foi conquistado na quarta edição no ano de 1989. A partir desse momento a revista passou a receber textos de diferentes instituições nacionais (PEDROSO, 2000).

Em 1994, a partir da sexta edição, a revista passou a ser patrocinada pelo Programa de Apoio à Editoração de Periódicos da UFRGS. O editorial dessa edição ressalta a importância da manutenção da periodicidade.

A sétima edição da Revista de Biblioteconomia & Comunicação, em 1996, publicou os primeiros textos internacionais da revista e constituiu o Conselho Editorial Internacional.

A publicação da Revista de Biblioteconomia & Comunicação foi interrompida de 1991 a 1993, em 1995 e de 1997 a 1999.

No ano 2000, em comemoração ao aniversário de 30 anos da FABICO, a Revista de Biblioteconomia & Comunicação voltou a ser publicada. Coordenada pela editora, professora Jussara Pereira Santos, a edição comemorativa reuniu contribuições de servidores docentes e técnicos administrativos vinculados à FABICO. O número de contribuições foi significativamente alto, o que deu forças para que os empenhos em prol do periódico fossem renovados. Mesmo assim, a revista não conseguiu manter a periodicidade e só foi novamente publicada em 2003.

O ano de 2003 marcou profundamente a revista da FABICO. O nome passou por uma grande alteração, passando de Revista de Biblioteconomia & Comunicação para Em Questão. Ainda sob o comando da professora Jussara Pereira Santos, a periodicidade passou a ser semestral, e os esforços foram direcionados para a divulgação de estudos nas áreas de Informação e Comunicação e campos adjacentes. Outra importante mudança foi o início da publicação eletrônica, que permitiu à Em Questão aperfeiçoar recursos e priorizar a visibilidade e acesso ágil ao seu conteúdo.

Em 2003, a partir do volume nove, a revista Em Questão foi espaço para publicação dos resumos de teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação da UFRGS (PPGCOM/UFRGS), e ainda teses e dissertações defendidas por servidores docentes e técnicos da FABICO. O volume 10, de 2004, deu inicio a publicação de artigos emanados de trabalhos de conclusão de curso defendidos na FABICO. Com essa iniciativa, a Revista pretendeu, por um pequeno período, democratizar o acesso dos jovens profissionais ao universo da produção científica, estimulando-os à vida acadêmica, além de publicar esses artigos provenientes de trabalhos acadêmicos em caráter de pré-publicação e disponibilizando-os assim que fossem aprovados quanto ao mérito e forma (SANTOS, 2004).

A partir do ano de 2005 a equipe editorial da revista passou a ser coordenada pela professora Cida Golin. Foi nessa época que a Em Questão declarou a vontade de seguir rigorosamente os critérios Qualis da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), buscando assim o constante aperfeiçoamento e relevância perante a área de interesse (GOLIN, 2005). A nominata dos Conselheiros Científicos cresceu em número e ampliou a abrangência das especialidades.

Desde 2006 o periódico utiliza o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), desenvolvido pelo Public Knowledge Project da Universidade British Columbia. E a partir de 2007 inseriram-se na versão 2.0 do sistema todos os seus números (desde 2003). Tal iniciativa foi o reflexo do acompanhamento das inovações tecnológicas no âmbito da divulgação da produção científica recomendadas pelas agências de fomento.  Por meio do SEER o periódico ganhou rapidez e transparência nos procedimentos editoriais, desde a submissão, avaliação, até a publicação online e indexação. A utilização do protocolo OAI-PMH (Open Archives Iniciative – Protocol of Metadata Harvesting) também possibilita o intercâmbio de metadados, ferramentas de apoio à pesquisa, assim como mecanismos para preservação dos conteúdos.

O primeiro número especial da revista foi publicado no ano 2010, em comemoração aos 40 anos da FABICO. Organizada pelo editor, professor Valdir José Morigi, o número “Porto Alegre Imaginada” publicou diversos textos científicos sobre a cidade onde a Em Questão é publicada.

Em 2012, coordenada pelo editor, professor Alexandre Rocha da Silva, a revista Em Questão passou a ser publicada exclusivamente em sua forma eletrônica, objetivando seguir as tendências internacionais para periódicos científicos, otimizar recursos e agilizar a publicação dos conteúdos. Os resultados do trabalho desenvolvido se concretizaram com o conceito Qualis B1 na área de Ciências Sociais Aplicadas no ano de 2012.

Buscando aprimorar a qualidade da revista e alcançar melhores conceitos Qualis (OLIVEIRA; SANTIN; VANZ, 2015) e a indexação em bases de dados nacionais e internacionais, a Comissão Editorial da revista propôs, ao final de 2013, diversas mudanças. Criou-se uma nova identidade visual e o projeto gráfico da revista foi adequado ao meio eletrônico, disponibilizando-se aos autores um template específico para publicação digital (PASSOS; PASSOS; VANZ, 2014). Foi neste ano que a revista foi indexada pela base de dados ProQuest Library Science.

Em continuidade, 2014 também foi um ano chave para a Em Questão: a revista vinculou-se ao Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação (PPGCOM) e passou a publicar somente artigos e resenhas da área da Ciência da Informação. Coordenada pela professora Samile Andrea de Souza Vanz, a Comissão Editorial e equipe dedicou esforços para melhorias na identidade visual e usabilidade da revista Em Questão, além da agilização dos processos de recebimento, avaliação e publicação de textos.

Em 2015 a revista Em Questão criou a seção Online First, onde são publicados os textos aprovados que aguardam o lançamento de um novo fascículo. Tal seção viabiliza maior agilidade no processo de comunicação científica entre a comunidade da Ciência da Informação. Nesse mesmo ano a Em Questão passou a ter periodicidade quadrimestral e teve o Digital Object Identifier (DOI) incorporado aos seus artigos.

A maior visibilidade e acesso aos artigos da Em Questão foi obtida em 2016, quando a revista foi incorporada na coleção Redalyc, a Red de Revistas Cientificas de América Latina y el Caribe, España y Portugal. Os artigos passaram a receber a marcação XML, conforme padrões adotados pela base de dados indexadora. No final deste mesmo ano o Qualis A2 para a área de Comunicação e Informação foi conquistado, configurando um novo patamar no reconhecimento da qualidade da Em Questão.

Em agosto de 2017 a revista passou a ser indexada pelo Google Acadêmico e pela Dialnet, base de dados espanhola de Ciências Sociais e Humanidades. No mesmo período, a fim de atender as novas demandas advindas do reconhecimento e visibilidade alcançados, a revista incorporou em sua equipe uma profissional bibliotecária. O ano foi marcado também pelo lançamento do plano de marketing da revista, que incluiu entre seus produtos, a página da Em Questão no Facebook.

Atenta as discussões sobre ética na publicação científica, a revista Em Questão incorporou em 2018 as Diretrizes Éticas aos Autores, segundo fluxos de decisão e resolução de conflito da Committee on Publication Ethics (COPE). Em dezembro deste mesmo ano a indexação na base de dados Emerging Sources Citation Index, produzida pela Clarivate Analytics, foi conquistada. No ano seguinte, para atender a grande demanda de submissões, a Em Questão ampliou o volume de manuscritos publicados a cada edição, de cerca de 15 para 18 documentos. Essa decisão agiliza a publicação definitiva dos textos aprovados pela revisão por pares, publicados na seção Online First tão logo estejam revisados e diagramados pela equipe. A modalidade de publicação foi reafirmada em 2020, quando a equipe editorial decidiu pela não adesão à publicação continuada (VANZ; SILVEIRA, 2020).

Em 2020 a Em Questão incorporou em seus processos editoriais a Declaração de Autoria e Responsabilidade, documento que deve ser assinado pelos autores e disponibilizado no SEER no momento da submissão do manuscrito. Os artigos passaram a ter registro de sua própria referencia em uma seção “Como citar”, com intuito de facilitar a referenciação pelos leitores.

2021 é um ano que marca a revista Em Questão. São 35 anos de história e o aniversário será celebrado com a participação de diversos autores convidados a enviar relatos e estudos sobre a revista. Esse ano será o marco de uma nova fase da revista, com periodicidade ampliada: serão 4 fascículos, um a cada três meses. A novidade também fica por conta da transferência da responsabilidade pela publicação para o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, também sediado na FABICO/UFRGS.

Referências

GOLIN, Cida. Apresentação. Em Questão, Porto Alegre, v. 11, n. 1, 2005.

OLIVEIRA, Caroline; SANTIN, Dirce Maria; VANZ,  Samile Andrea de Souza. Revista Em Questão: uma análise da sua trajetória a partir dos critérios Qualis (2003-2012). Em Questão, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 8-25, jan/abr. 2015.

PASSOS, Jaire Ederson; PASSOS, Paula Caroline Schifino Jardim; VANZ, Samile Andréa de Souza. Projeto de identidade visual para a revista Em Questão. Em Questão, Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 8-27, jul/dez. 2014.

PEDROSO, Rosa Nívea. Um projeto pedagógico se transforma em um projeto científico internacional: uma pequena história da Revista de Biblioteconomia & Comunicação. Revista de Biblioteconomia & Comunicação, Porto Alegre, v. 8, p. 291-292, jan./dez. 2000.

SANTOS, Jussara Pereira. Editorial. Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 1, 2004.

VANZ, Samile Andréa de Souza Vanz; SILVEIRA, Lúcia da. Publicação continuada: algumas reflexões. Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 1, p. 12-16, jan/abr. 2020.