PROPORÇÕES NOS PONTEIOS PARA PIANO DE CAMARGO GUARNIERI: UM ESTUDO SOBRE REPRESENTAÇÕES MENTAIS EM PERFORMANCE MUSICAL

Diana Santiago

Resumo


Este artigo resume tese de doutoramento com o mesmo título que pretendeu estabelecer registros para um sistema conceptual pertinente à pesquisa na área de performance musical e contribuir para a sistematização de uma metodologia para elaboração de planos de interpretação pianística. Os procedimentos adotados nessa investigação foram delineados especificamente para a mesma, a partir de metodologia desenvolvida por Pinheiro no que diz respeito à análise das proporções. As análises possibilitaram ver que Guarnieri se utiliza de forma, textura, harmonia, ritmo, movimento das vozes, agógica, dinâmica e alturas extremas (entendidas como as notas mais aguda e mais grave de cada peça) para demarcar as proporções. No que concerne às proporções mais freqüentemente demarcadas, as ocorrências nos “Ponteios” se dão na seguinte ordem decrescente de freqüência: metade, seção áurea primária, dois terços, terço e seção áurea secundária. Uma discussão a partir de revisão bibliográfica na área da psicologia da música e de reflexões sobre o sistema de gráficos aqui utilizado relacionou os achados a questões da representação mental em música.

Palavras-chave


Camargo Guarnieri; interpretação pianística; representação mental em música.

Texto completo:

PDF


Index: LAPTOC: Latin American Periodicals Tables of Contents; Latindex.