A BIFONIA FUNDAMENTAL NAS “QUATRO ESTAÇÕES DO SONHO” OPUS 129 DE ERNST WIDMER: ORIGEM, TRANSFORMAÇÃO E REFERENCIAIS SONOROS

Leonardo Loureiro Winter

Resumo


O presente artigo analisa um esquema composicional denominado “bifonia fundamental” utilizado na obra “Quatro Estações do Sonho” do compositor suíço-brasileiro Ernst Widmer (1927-1990). Tendo como ferramenta analítica a teoria dos conjuntos de classes de notas é analisada a origem, transformação e aplicação do esquema composicional na superfície musical da obra bem como seus possíveis referenciais sonoros. A conclusão aponta como origem do esquema composicional o emprego de tricordes preferenciais, o agrupamento destes tricordes em um motivo de quatro notas recorrente na música do compositor, a ampliação da bifonia em estratégias octatônicas permitindo correlações com os sistemas modais, tonais e atonais na obra e o estabelecimento de referenciais sonoros associados à música folclórica nordestina.

Palavras-chave


Widmer, análise, bifonia

Texto completo:

PDF


Index: LAPTOC: Latin American Periodicals Tables of Contents; Latindex.