A COMPARAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DE RIQUEZA GERADA ENTRE OS SETORES DE SERVIÇO, COMÉRCIO E INDÚSTRIA

Camila Boscov, Jorge de Souza Bispo

Resumo


A Demonstração do Valor Adicionado (DVA), cuja publicação é obrigatória para as companhias abertas desde a entrada da lei 11.638 em vigor, evidencia a quantidade de riqueza que uma empresa produziu e como foi distribuída entre os diversos agentes econômicos que ajudaram a produzi-la, como empregados, governo, financiadores de capital e acionistas. Nesse sentido, este artigo procurou analisar a distribuição da riqueza criada e evidenciada em 3.378 demonstrações, do período de 1997 a 2006, retiradas do banco de dados da revista Melhores e Maiores, para verificar se há diferença na forma como é distribuída nos setores de comércio, indústria e serviço aos empregados, governos, credores e acionistas. Os dados foram processados no software SPSS e o teste não paramétrico utilizado neste trabalho foi o teste de Kruskal Wallis. Em seguida, os testes de Tukey e Bonferroni foram aplicados para a comparação múltipla de médias. Ao final, constatou-se que o setor de serviços é o segmento que proporciona, em média, a maior remuneração a seus credores, enquanto os empregados do setor industrial são os mais mal remunerados. Os setores de comércio e serviços apresentam diferenças significativas quanto ao percentual de sua riqueza produzida destinado à remuneração de seus credores e quanto à parcela de lucro que fica retida em cada instituição. Por fim, a análise da riqueza distribuída aos acionistas apontou uma grande diferença nos três setores quanto ao percentual destinado ao pagamento de juros sobre o capital próprio e dividendos.


Palavras-chave


Criação de riqueza; Distribuição de riqueza; Demonstração de Valor Adicionado.

Texto completo:

PDF


 
 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ    PROPESQ 

  PROPESQ  PROPESQ     PROPESQ

Spell  

 
.........................................................................................................................................................................................................................

ConTexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da UFRGS - E-ISSN: 2175-8751

         UFRGS