APLICAÇÃO DO CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES: ESTUDO DE CASO EM UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

Mirian Aparecida Micarelli Struett, Antônio Artur de Souza, Simone Letícia Raimundini

Resumo


As organizações hospitalares brasileiras estão num estágio ainda incipiente quanto ao uso de ferramentas de gestão. Nesse cenário, as informações de custos tornam-se imprescindíveis à tomada de decisão, no que se refere à sua gestão financeira e operacional. O custeio baseado em atividades é um exemplo dessas ferramentas. Há poucas publicações que descrevem pesquisas sobre o uso desse método de custeio em hospitais. Não há, entretanto, nenhum relato na literatura de hospitais brasileiros que de fato tenham já se beneficiado gerencialmente do uso desse método de custeio. As pesquisas brasileiras sobre custos em organizações hospitalares são praticamente todas focadas em algum setor (área) específico, devido à complexidade de se estudar esse tipo de organização na sua totalidade. Este artigo descreve os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo apurar os custos dos serviços prestados pelos hospitais. A pesquisa foi delimitada ao laboratório de análises clínicas de um hospital filantrópico, setor hospitalar ainda não contemplado em pesquisas brasileiras. O laboratório funciona dentro do hospital, de forma integrada aos demais setores (áreas funcionais). O método de pesquisa adotado foi o estudo de caso descritivo, com coleta de dados por meio de entrevistas, questionários, observação direta não participante e pesquisa documental. Os resultados demonstraram que o custo de exames preventivos é menor do que o custo de exames de apoio ao diagnóstico terapêutico. As conclusões do estudo revelaram que o custeio baseado em atividades e a gestão baseada em atividades apresentam resultados eficazes em relação às necessidades de informações gerenciais em custos.

Palavras-chave


Organizações da área de saúde. Gestão de custos. Sistema ABC.

Texto completo:

PDF


 
 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ    PROPESQ 

  PROPESQ  PROPESQ     PROPESQ

Spell  

 
.........................................................................................................................................................................................................................

ConTexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da UFRGS - E-ISSN: 2175-8751

         UFRGS