O QUE MOTIVA OS ALUNOS E ALUNAS DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS? UM ESTUDO SOB A LUZ DA TEORIA DA AUTODETERMINAÇÃO

Juliane Andressa Pavão, Iasmini Magnes Turci Borges, Simone Bernardes Voese

Resumo


Esse estudo tem como objetivo avaliar a motivação intrínseca, a motivação extrínseca, a desmotivação e o desempenho acadêmico percebido dos estudantes de Ciências Contábeis de uma universidade pública o sob a perspectiva do gênero à luz da Teoria da Autodeterminação. Foi realizado um estudo descritivo, quantitativo, por meio de levantamento e coleta de dados com questionário. Obteve-se uma amostra de 168 respondentes que foram analisados com estatísticas descritivas e teste de diferença de médias de Mann-Whitney. Os resultados revelam que as estudantes do gênero feminino são mais motivadas de forma intrínseca voltada a provar a si mesma sua capacidade. Já os estudantes do gênero masculino têm sua motivação destacada de forma extrínseca direcionada a iniciar seu próprio negócio. Com relação ao desempenho percebido, não foi verificado nenhuma diferença estatisticamente significante. Esse estudo contribui de forma a evidenciar os diferentes tipos de motivação entre alunos e alunas do curso de Ciências Contábeis em uma universidade pública.

Palavras-chave


Motivação acadêmica; Desempenho; Teoria da autodeterminação.

Texto completo:

PDF


 
 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ    PROPESQ 

  PROPESQ  PROPESQ     PROPESQ

Spell  

 
.........................................................................................................................................................................................................................

ConTexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da UFRGS - E-ISSN: 2175-8751

         UFRGS