Emília vai à escola: experimentos com a literatura infanto-juvenil de Monteiro Lobato

Autores

  • Davi Carvalho Porto Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Maria Afonsina Ferreira Matos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.9618

Palavras-chave:

Leitura, Ensino, Literatura, Monteiro Lobato.

Resumo

Este estudo tem o objetivo de apresentar os resultados obtidos com a execução do projeto de pesquisa Emília vai à escola, que visou, a partir da investigação sobre a presença ou ausência das obras de Monteiro Lobato nas práticas escolares, construir um diagnóstico da situação da leitura do texto lobateano nas escolas de Ensino Fundamental da cidade de Jequié - BA.Objetiva-se, ainda, apresentar os resultados parciais obtidos com a segunda fase do projeto, onde visa-se realizar experimentos com a obra lobatiana no Ensino Fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Davi Carvalho Porto, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Coordenador e pesquisador do Grupo de Pesquisa e Extensão em Lobato- GPEL vinculado ao Centro de Estudos da Leitura-CEL. Pós-Graduando em Língua Portuguesa pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Maria Afonsina Ferreira Matos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Professora Drª. Titular/Pleno da UESB. Coordenadora do Centro de Estudos da Leitura – CEL/UESB e do Programa    Estação da Leitura - ESTALE. Orientadora do Grupo de Pesquisa e Extensão em Lobato – GPEL. Presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa e Estudos da leitura- FAPEL.

Downloads

Publicado

2009-05-27