Desenvolvimento de um projeto de implementação de aulas experimentais no Colégio de Aplicação João XXIII (UFJF): implicações para o ensino, a pesquisa e a extensão.

Autores

  • Fernanda Bassoli Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar https://orcid.org/0000-0002-7929-9433
  • Érica Maria Nascimento Dias Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar https://orcid.org/0000-0001-9729-6095
  • Thamiris Dornelas de Araújo Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar https://orcid.org/0000-0003-0744-415X
  • Márcia Fernandes Pinheiro Hara Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar https://orcid.org/0000-0003-4338-5505

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.92428

Resumo

O presente artigo relata o desenvolvimento de um projeto de inserção de aulas experimentais no currículo de Ciências Naturais das turmas do segundo segmento do Ensino Fundamental no Colégio de Aplicação João XXIII (UFJF). A motivação do projeto perpassa a importância da experimentação na aprendizagem de Ciências, visando potencializa as aulas experimentais anteriormente realizadas, além da possibilidade de ampliação quantitativa de tais aulas. Nesse sentido, houve a divisão das turmas para a realização de dinâmicas experimentais. Proporcionou-se, dessa forma, maior segurança no laboratório, bem como maior interação entre os estudantes e os experimentos (hands on, minds on, hearts on, social on). Verifica-se que o projeto gera resultados positivos no ensino de ciências do colégio, com o desenvolvimento de uma cultura científica, além de repercutir no campo da pesquisa e da extensão, com destaque para a formação inicial e continuada de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Bassoli, Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar

Professora de Ciências e Biologia do Departamento de Ciências Naturais. CAp. João XXIII/UFJF. Graduação em Ciências Biológicas (UFJF). Mestre em Ecologia (UFRJ). Doutorado em Química (UFJF).

Érica Maria Nascimento Dias, Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar

Professora de Ciências e Biologia do Departamento de Ciências Naturais. CAp. João XXIII/UFJF. Graduação em Ciências Biológicas (UFJF). Mestre em Ciências Biológicas (UFJF).

Thamiris Dornelas de Araújo, Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar

Professora de Ciências e Biologia do Departamento de Ciências Naturais. CAp. João XXIII/UFJF. Graduação em Ciências Biológicas (CES/JF). Mestre em Ciências Biológicas (UFJF).

Márcia Fernandes Pinheiro Hara, Colégio de Aplicação João XXIII - Universidade Federal de Juiz de Fora/ Departamento de Ciências Naturais/ Grupo de Pesquisa Ciensinar

Professora de Ciências e Biologia do Departamento de Ciências Naturais. CAp. João XXIII/UFJF. Graduação em Ciências Biológicas (UFJF). Mestre em Educação (UFJF).

Downloads

Publicado

2019-12-31