Contextualizando a autoimagem e a autoestima na realidade docente

Karina Pacheco Dohms

Resumo


O objetivo deste estudo foi investigar níveis de autoimagem e autoestima de docentes que atuam em educação básica. A pesquisa quantitativa utilizou para a coleta de dados o Questionário de Autoimagem e Autoestima adaptado por Stobäus (1983) daquele elaborado por Steglich, em 1978. Participaram da pesquisa 25 docentes, com idades entre 26 e 58 anos, de uma escola tradicional de Porto Alegre, de ensino privado, que atuam três níveis de ensino (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio). Os dados foram analisados e trabalhados através de estatística descritiva. Analisando as pontuações dos questionários respondidos pelos docentes, havia a possibilidade de a pontuação variar de no mínimo 50 pontos e no máximo 250 pontos, verificou-se uma média de 194,04 pontos, evidenciando uma tendência a níveis positivos de autoimagem e autoestima, existindo outras necessidades a serem satisfeitas, para chegarem a uma autorrealização.


Palavras-chave


Autoestima; Autoimagem;Docentes; Educação básica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.43921

Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 0103-6041
ISSN 2595-4377 (online)


Indexadores

Apoio e fomento