O ensino de História e a formação continuada de professores: por uma prática para além das amarras

Autores

  • Júlia Silveira Matos Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.26638

Palavras-chave:

Formação de professores, ensino de história, profissionalização

Resumo

Os debates sobre a profissionalização do historiador estão em voga nesse momento no qual tramita no Senado e na Câmara dos Deputados um projeto de lei que regulamenta a profissão de Historiador no Brasil. Nesse ínterim, no presente texto, analisaremos o papel das políticas de formação continuada de professores de História na profissionalização do historiador, considerando que a docência é o seu espaço privilegiado de atuação no campo de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Silveira Matos, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Professora de História da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História, Mestrado Profissional/FURG, formada em História Licenciatura pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2002), possui especialização em Teologia com habilitação para Ensino Religioso, mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2005) e doutorado pelo Programa de Pós-graduação em História da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2008). Ministrou aulas nas áreas de História da Igreja e da Reforma Protestante entre os anos de 2001 e 2003. Desenvolveu pesquisa sobre a obra do historiador Lucien Febvre e produziu o trabalho intitulado França X Alemanha: Martinho Lutero como traço de união no discurso de Lucien Febvre. Para o mestrado dedicou-se a análise da obra do historador Sérgio Buarque de Holanda e produziu o trabalho intitulado Sérgio Buarque de Holanda: Raízes do Brasil, diálogos com a política e a história do Brasil, dissertação defendida em 2005. Em sua tese para doutoramento analisou, de forma comparativa, o ideário nacionalista nos escritos jornalísticos de Sérgio Buarque de Holanda e Assis Chateaubriand. Atualmente ministra as disciplinas de História da Cultura Afro-brasileira e História Moderna. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social das Idéias Políticas, atuando principalmente nos seguintes temas: História do pensamento intelectual, Ensino de História e Teoria e Metodologia da História

Downloads

Publicado

2012-08-09

Como Citar

MATOS, J. S. O ensino de História e a formação continuada de professores: por uma prática para além das amarras. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 25, n. 1, p. 147–172, 2012. DOI: 10.22456/2595-4377.26638. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/26638. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Pesquisa em Educação Básica