Atividades lúdicas inclusivas junto a alunos com deficiência intelectual nas aulas de Ciências...

Andréa Nóbrega Juliano, Débora Pereira Laurino, Simone Silveira Silva

Resumo


A deficiência intelectual é desafio que merece olhares atentos e cuidadosos os quais provocam o ressignificar de nossas ações educativas, principalmente, no que se refere ao planejamento das aulas de Ciências. Nessa perspectiva, apresentamos uma pesquisa que tem sua origem na sala de aula; decidimos, assim, pelo Método Cartográfico, pela Biologia do Conhecer e Biologia do Amar por estarmos imersas, como professoras-pesquisadoras, em espaço fluido, em processo de reflexão sobre nossa práxis. Cartografamos o que nos atravessa, a acompanhar um processo, e não a representar um objeto. Dessa maneira, trazemos atividades lúdicas que (re) inventamos, na Escola de Educação Básica Dr. Getúlio Vargas, em Cachoeira do Sul, com alunos com deficiência intelectual, a partir das experiências de uma das autoras, em estágio, no Curso de Licenciatura em Ciências. Desenvolvemos um estudo reflexivo-prático pela necessidade de nos responsabilizarmos pelo ensinar e pelo aprender no amor que legitima. Compreendemos que é possível trazer o lúdico em interação com atividades que consideramos ser tão singelas quanto pertinentes e repletas de sentires, ao processo de inclusão, por possibilitarem condições para construção de saberes aos alunos a partir de suas características intelectuais e pelos movimentos em Ciências.


Palavras-chave


Escola; Educação Básica; Ensino Fundamental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.113980

Direitos autorais 2021

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 0103-6041
ISSN 2595-4377 (online)


Indexadores

Apoio e fomento