A construção do estado do conhecimento sobre juventudes e racismo

Gabriela Borba Bispo dos Santos

Resumo


O presente trabalho versa sobre a elaboração do Estado de Conhecimento em relação à temática das juventudes e racismo na segurança pública. Para tanto, efetuou-se um levantamento bibliográfico na plataforma da BDTD, a qual foi delimitada em um recorte temporal entre os anos de 2015 e 2019, com o uso de descritores específicos e, logo após, foi feita uma leitura flutuante de cada uma para fins de seleção, resultando em catorze trabalhos. Como resultados, temos uma participação maior de mulheres do que de homens; sendo 10 mulheres e 4 homens e a área de estudo que mais se destaca é a da Psicologia, com 4 trabalhos. Observa-se também que os trabalhos têm, em sua maioria, interesse analítico e os temas mais frequentemente abordados nas conclusões referem-se a Juventudes e Necropolítica. Desta forma, entende-se que o estado da arte norteia os estudos na medida em que possibilita verificar o que se vem estudando mais recentemente e também, o que está sendo – e não sendo -pesquisado; o que colabora bastante ao campo de pesquisa das juventudes.

Palavras-chave


Juventudes; Jovens; Racismo; Segurança Pública; Estado do Conhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.107776

Direitos autorais 2021

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 0103-6041
ISSN 2595-4377 (online)


Indexadores

Apoio e fomento