A educação antirracista: vivências e percepções de duas estudantes do IFMT

Fabiane Vitoria Bazzi, Maria Júlia Cesco Valemdolf, Renata de Oliveira Carvalho

Resumo


O presente ensaio aborda as representações do negro na sociedade brasileira, na qual a escola ocupa um lugar significativo. Problematiza a educação antirracista no IFMT frente à lei 10.639/03, discutindo as representações impostas ao negro como ser de cultura, traços e feições inferiorizadas e subalternizadas historicamente. Como ponto de partida metodológico, criamos uma tirinha (quadrinhos) que tenciona a desigualdade racial brasileira, mais o presente texto que assenta as reflexões que trazemos enquanto estudantes da educação básica acerca de como percebemos a materialidade da educação antirracista no âmbito escolar, refletindo como esta importante demanda pode avançar.


Palavras-chave


Educação antirracista. Escola. Representações do negro. Racismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.105421

Direitos autorais 2021

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 0103-6041
ISSN 2595-4377 (online)


Indexadores

Apoio e fomento