A afetividade no contexto de conclusão da educação básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.104982

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a repercussão de uma ação educativo-pedagógica, fundada pela afetividade no processo formativo dos estudantes de turmas da 3ª série do Ensino Médio do Colégio de Aplicação (CAp) - UFPE. O trabalho resulta de uma pesquisa do tipo estudo de caso, tendo como procedimentos/instrumentos para coleta de dados: entrevista e observação participante com interpretação pela técnica da análise de conteúdo. Reflete-se acerca da afetividade na relação pedagógica como viabilizadora do reconhecimento e da vivência desse período formativo com fim em si mesmo, ou seja, o desenvolvimento do pensar, sentir e agir. Evidencia-se a necessidade de uma educação que nos permita sonhar e criar novos valores, idealizar e configurar novas visões de mundo mais coerentes e sustentáveis em relação ao desenvolvimento da vida e promover a aprendizagem abrangendo as diferentes dimensões humanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Maria Rodrigues Tabosa Brandão, Universidade Federal de Pernambuco

Mestra em Educação pelo Programa de Pós-graduação da Universidade Federal de Pernambuco (2016). Pedagoga, atuando como orientadora educacional no Colégio de Aplicação - UFPE. 

Dayse Carla Rodrigues de Macedo Mattos, Universidade Federal de Pernambuco

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual da Paraíba- UEPB (2006) e residência em Saúde Mental pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco(2010). Atualmente é técnica administrativo em educação- psicóloga, lotada no departamento de psicologia da Universidade Federal de Pernambuco.

Downloads

Publicado

2020-12-30