EUGÊNIO GUDIN E AS INFLUÊNCIAS INTERNACIONAIS NA DEFESA DE SUA AGENDA ECONÔMICA LIBERAL: O HIPEREMPREGO E O LIVRE-COMÉRCIO

Ivan Gambus Faria, Victor Cruz e Silva, Marco Antonio Ribas Cavalieri

Resumo


O artigo tem por objetivo analisar as influências internacionais utilizadas por
Eugênio Gudin na defesa de sua agenda econômica liberal. Gudin manteve contato
constante com importantes economistas que trabalhavam na Europa e nos Estados
Unidos, transmitindo e adaptando o que encontrava no que considerava a fronteira da
ciência econômica para o cenário nacional. Analisamos dois temas centrais nos quais
Gudin absorvia os desenvolvimentos da ciência econômica estrangeira para defender
sua agenda liberal: sua teoria do hiperemprego e a defesa do livre-comércio.

Palavras-chave


Eugênio Gudin; difusão de pensamento econômico; liberalismo; Jacob Viner

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.86681

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456