TRAJETÓRIA DEPENDENTE E SUBORDINADA: ELEMENTOS DA SINGULARIDADE DO ATRASO INOVATIVO BRASILEIRO

Adriano Pereira, Herton Castiglioni Lopes

Resumo


Na perspectiva institucionalista evolucionária, a dinâmica inovativa constitui o epicentro da transformação nas economias capitalistas. Entende-se que essa perspectiva teórica possibilita uma abordagem das trajetórias econômicas nacionais a partir das suas singularidades, contribuindo para a análise do atraso relativo de economias como a brasileira ao demonstrar que esta tem se caracterizado por uma posição dependente e ao mesmo tempo subordinada no que se refere aos processos inovativos permanentemente em curso na economia internacional. Considera-se que, apesar de contribuir para as inovações do ponto de vista sistêmico, pelo menos desde a década de 1950 o Brasil apresenta dificuldades de desenvolver processos inovativos endogenamente, sobretudo em função da forma como as empresas estrangeiras se inseriram na indústria nacional desde o início da segunda metade do século XX.


Palavras-chave


Inovação; Dependência; Subordinação; Economia brasileira

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.71286



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456