INTERAÇÃO ENTRE A POLÍTICA MONETÁRIA E OS PREÇOS DAS HABITAÇÕES: EVIDÊNCIAS PARA O CASO BRASILEIRO

Cássio Nóbrega Besarria, Wellington Charles Lacerda Nobrega, José Danilo Bezerra Galdino, Ewerton Felipe de Melo Araujo

Resumo


Esta pesquisa tem o propósito de analisar o grau de interdependência entre os preços habitacionais e as decisões de política monetária no Brasil. Essa relação é analisada a partir do modelo SVAR com restrições de sinais, no período de 2001 a 2014. Os resultados mostram que a inflação, o consumo, o produto real da economia e os preços das habitações respondem negativamente ao choque monetário contracionista. Já o choque nos preços das habitações promove um efeito riqueza positivo, afetando positivamente o consumo e o PIB. Por outro lado, o aumento nos preços das habitações afeta negativamente a inflação nos três primeiros trimestres; logo após, o nível geral de preços da economia volta a subir, ficando acima do patamar inicial. Esse efeito sobre a inflação faz com que a taxa de juros acompanhe o comportamento descrito por esse indicador e responda inicialmente de forma negativa ao aumento nos preços das habitações, aumentando a partir do terceiro trimestre.


Palavras-chave


Política monetária; Mercado habitacional; SVAR

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.63200



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456