INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO E O SETOR DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRO

Jefferson Nery do Prado, Elaine Aparecida Fernandes, Silvia Harumi Toyoshima, Evaldo Henrique da Silva

Resumo


O objetivo do presente estudo é analisar a capacidade de inovação tecnológica das empresas nacionais e estrangeiras no setor de serviços de telecomunicações. Para a apuração dessa capacidade, esta pesquisa elabora o índice de capacidade de inovação por meio dos microdados da Pesquisa de Inovação Tecnológica. Constata-se que não há distinção entre intensidade de inovação de empresas nacionais e estrangeiras, que apresentam índices médios de 0,4265 e 0,4196, respectivamente. Desse modo, conclui-se que a atividade de geração de inovação no Brasil (considerando empresas nacionais e estrangeiras), medida pelas atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) desenvolvidas internamente na empresa, não ocorreu nem para adaptação de inovações geradas externamente, o que é preocupante, pois atualmente são necessários gastos em P&D significativos para apenas imitar.


Palavras-chave


Inovação; Serviços de telecomunicações; Investimento direto

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.35622



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456