EFEITOS REGIONAIS DA POLÍTICA MONETÁRIA: O CASO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Sávio Bertochi Caçador, Edson Zambon Monte, Ricardo Ramalhete Moreira

Resumo


Este artigo se propõe a estimar os impactos da política monetária na economia do estado do Espírito Santo, no período 2000-2010, usando a técnica de vetores autorregressivos (VAR). A base de dados utilizada é mensal e as variáveis analisadas são, a grosso modo, de cunho monetário, cambial, de atividade econômica, de preços e de arrecadação tributária, tanto para o Espírito Santo quanto para o Brasil. A contribuição do artigo reside na análise específica de uma economia com características peculiares, como a participação substancial de empresas de pequeno porte, a baixa participação no crédito nacional e o elevado grau de abertura externa, o que resultou num impacto maior em alguns indicadores estudados para a economia local do que para a economia nacional.


Palavras-chave


Política monetária; Economia regional; Vetores auto-regressivos; Economia do Espírito Santo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.26734



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456