SAÚDE, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E DESIGUALDADE NOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO SUL: UM ESTUDO SOBRE GASTO PÚBLICO E IDESE

Janice Dornelles de Castro, Maria Lecticia Pelegrini, Kalila Luize Balen Winkler

Resumo


A saúde é um fator intrínseco ao desenvolvimento social e econômico, sendo ao mesmo tempo um determinante, uma medida e um resultado do progresso.Este estudo pretende analisar a capacidade das políticas públicas de financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) de contribuir para o desenvolvimento econômico e diminuir as desigualdades em saúde, observando a relação entre o gasto per capita com saúde e o Idese, no período de 2007 a 2010, nos municípios e nos Coredes do Rio Grande do Sul.O estudo conclui que o aumento do gasto per capita em saúde não reflete imediata melhora no Idese, portanto as desigualdades entre as regiões do estado se acentuam.


Palavras-chave


EEconomia da saúde; Desenvolvimento econômico; Equidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.16626



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456