DESMATAMENTO NO ESTADO DE MATO GROSSO: AVALIAÇÃO DE CONVERGÊNCIA E INTERAÇÃO ESPACIAL (2000-2008)

Rudolph Fabiano A. P. Teixeira, Luciana Togeiro de Almeida, Mario Augusto Bertella

Resumo


Este trabalho faz uma análise de convergência espacial para o processo de desmatamento em 139 municípios do estado de Mato Grosso durante o período de 2000 a 2008. Primeiramente, realiza-se uma análise exploratória de dados espaciais (Aede), que detecta a presença de autocorrelação espacial entre as taxas de desmatamento dos municípios da referida região. Dessa forma, pode-se considerar que o desmatamento não segue um processo aleatório no estado de Mato Grosso. Após isso, são estimados alguns modelos de β convergência, indicando que o modelo de erro espacial é o que fornece melhores resultados. Contudo, mesmo o coeficiente β sendo estatisticamente significativo para todos os períodos, apresenta sinal positivo, sugerindo que não ocorre convergência, mas sim incremento das disparidades regionais no processo de desmatamento.


Palavras-chave


Desmatamento; Econometria espacial; β convergência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.16328



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456