OS EFEITOS DO LIVRE COMÉRCIO SOBRE O MERCADO DE GRÃOS NO BRASIL

Augusto Mussi Alvim, Paulo Dabdab Waquil

Resumo


O presente estudo discute os efeitos dos acordos de livre comércio sobre os produtores de grãos no Brasil e sobre as demais regiões relevantes no mercado mundial. Utilizando um modelo de equilíbrio espacial formulado como um Problema de Complementaridade Mista, observamos que existem ganhos para os produtores brasileiros de arroz e soja quando são eliminadas as barreiras comerciais, mesmo quando mantidos os subsídios. Porém, os produtores de milho e trigo do Brasil, neste mesmo cenário, apresentam perdas. No segundo cenário, quando são eliminadas as barreiras tarifárias e os subsídios, observamos maiores ganhos para os produtores de arroz, soja e trigo, contudo, os produtores de milho ainda mantêm perdas, embora estas sejam menores do que as do primeiro cenário. Por fim, os resultados obtidos neste trabalho reforçam a posição já adotada pelo governo brasileiro a favor do livre comércio, de buscar maior acesso a terceiros mercados e de negociar cortes nos subsídios.

Palavras-chave


Mercado de grãos. Problema de complementaridade mista. Livre comércio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10866



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456