ESFRUFURA PRODUFIVA E PERFORMANCE ECONÔMICA DAS ECONOMIAS ESTADUAIS BRASILEIRAS: 1990-2000

Adelar Fochezatto

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar a dinâmica espacial e setorial do emprego formal nas regiões brasileiras na década de 1990. Para isso, analisam-se uma série de indicadores de estrutura e de performance econômica, bem como os relacionamentos entre eles. Os indicadores de estrutura usados na análise são: índice de Gini para avaliar o grau de dispersão espacial dos setores entre os vinte e sete estados da federação; índice de Gini para avaliar o grau de diversificação setorial de cada estado; e índice de mudança estrutural para avaliar o grau de transformação estrutural ou de mudança da composição setorial. Os indicadores de performance econômica contemplam: nível e crescimento do produto, nível e crescimento do emprego e estabilidade do produto, dado pelo coeficiente de variação do mesmo. Para analisar as relações entre estes indicadores calcularam-se coeficientes de correlação.

Palavras-chave


Estrutura produtiva. Mudança estrutural. Performance econômica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10803



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456