ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E IMPACTOS SOBRE FLUXOS DE CAPITAIS, RISCO-PAÍS E DIFERENCIAL DE JUROS NO BRASIL (1995-2002): MODELO VAR E TESTES DE CAUSALIDADE

Flávio Vilela Vieira

Resumo


O trabalho estima um modelo de vetores auto-regressivos (VAR) para a economia brasileira no período de janeiro-1995 a outubro-2002, incluindo rísco-país, diferencial de juros, endividamento público e fluxos de capitais (IDE e Portfólio). Os resultados empíricos sugerem que o risco-país e o diferencial de juros respondem por algo em tomo de 30% da variância no endividamento público, embora este não seja relevante para se entender alterações no risco-país, no diferencial de juros e no fluxo de capital. Similarmente, os resultados das análises das funções impulso-resposta revelam que choques no endividamento público não possuem efeitos significativos e duradouros sobre as demais variáveis do modelo. Finalmente, os testes de causalidade indicam causalidade do risco para o endividamento público, e não no sentido inverso, e a não-causalidade em ambos os sentidos para alterações no endividamento público e fluxos de capitais.

Palavras-chave


Fluxos de Capitais. Risco-Brasil. Diferencial de Juros. Endividamento Público. Modelos VAR.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10799



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456