A EXPANÇÃO DO ESCOPO TEMÁTICO DAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO

Carlos Henrique Horn

Resumo


A partir de fins da década de 1970, as negociações coletivas de trabalho adquiriram uma importância para a regulação da relação de emprego e das relações entre sindicatos de trabalhadores, empresas e sindicatos de empresas no Brasil que não haviam apreciado até então. Um dos indicadores desta maior importância regulatória das negociações coletivas reside exatamente na ampla expansão de seu escopo temático. Neste artigo, examino o alargamento do escopo temático dos acordos coletivos em 17 unidades de negociação na indústria de transformação do Rio Grande do Sul entre 1978 e 1995.

Palavras-chave


Negociações coletivas de trabalho. Sindicatos. Relações de Trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10786



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456