FATORES INDUTORES E BARREIRAS PARA O COMÉRCIO DE GÁS NATURAL NO CONE SUL

Edmar Luiz Fagundes de Almeida

Resumo


Este artigo coloca em evidência os fatores indutores e as barreiras para o comércio de gás natural na região do Mercosul. O artigo mostra que o novo contexto dos mercados energéticos da região é caracterizado pela presença de fatores que são favoráveis a uma maior integração dos mercados gasíferos do Cone Sul. Em particular, a dinâmica industrial atual, marcada pela presença de global players, a convergência das indústrias de gás e eletricidade e a disparidade na dotação dos recursos gasíferos na região são fatores que contribuem para um aumento significativo do comércio intra-regional de gás natural. O artigo analisa os obstáculos para o comércio de gás natural, associados aos custos de transação elevados na indústria de gás natural em geral e ao ambiente econômico regional, que acentuam ainda mais estes custos de transação. Colocamos em tela dois problemas da região que contribuem para a elevação dos custos de transação: i) volatilidade cambial e ii) assimetria regulatória. A última seção do artigo aponta medidas possíveis de serem adotadas pelos governos e empresas no sentido da redução dos riscos no comércio regional.

Palavras-chave


Energia. Indústria de gás natural. Integração. Energética. Mercosul.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10738



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456