ALONGAMENTO DA DÍVIDA PÚBLICA FEDERAL INTERNA: O QUE FOI FEITO E O QUE SE PODE ESPERAR

Rogério Sobreira

Resumo


O artigo discute os principais resultados obtidos com o processo de alongamento e mudança de perfil da dívida pública federal interna levado explicitamente a cabo a partir de novembro de 1999, quando é anunciado um conjunto de medidas para remodelagem do mercado primário e estímulo do mercado secundário dos papéis emitidos pelo Tesouro Nacional e Banco Central do Brasil. Por um lado, ele mostra que os objetivos do Tesouro foram parcialmente atingidos, visto que houve, de fato, um aumento no prazo médio de vencimento dos papéis federais desde então sem que tenha havido, contudo, uma redução da participação dos títulos indexados em prol dos papéis prefixados. Por outro lado, o artigo mostra que o atendimento parcial dos objetivos pretendidos decorreu mais de uma piora no contexto econômico ocorrido no biênio 2000-2001, do que da não implementação da totalidade das medidas anunciadas ao final de 1999, a qual condicionou a percepção de incerteza dos agentes, levando à impossibilidade de aumento da participação dos títulos prefixados. O artigo conclui que, caso não ocorra uma mudança neste ambiente econômico, não há porque esperar uma continuidade no processo de alongamento e mudança de perfil da dívida federal interna.

Palavras-chave


Incerteza. Dívida federal interna. Alongamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10702



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456